Cotidiano

Policiais que prenderam seis traficantes recebem promoção em MS

Eles tiveram de ir à Justiça para garantir promoção aprovada em 2006

Joaquim Padilha Publicado em 21/02/2018, às 11h35

None

Eles tiveram de ir à Justiça para garantir promoção aprovada em 2006

Um cabo e um soldado do quadro da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul receberam promoção por bravura para as patentes de 3º sargento e cabo, respectivamente, nesta quarta-feira (21), após terem ido a Justiça para pelo direito de serem promovidos pela prisão de seis traficantes.

A promoção tem efeitos retroativos desde junho de 2006, quando os policiais tiveram um pedido de promoção por bravura aprovado pelo Conselho Especial designado para análise do caso.

Os dois policiais, Jorge Luiz Benevides e Gabriel Neto Carrasco, receberam o aval para promoção por terem participado, junto de outros dois colegas, da prisão de seis traficantes na cidade de Paranaíba. Entre os traficantes estava um policial civil e um ex-policial militar do Estado.

Entretanto, apesar da aprovação do Conselho, os policiais nunca haviam sido promovidos, pois o decreto da promoção nunca havia sido publicado pelo governador. Os dois decidiram então ir à Justiça para garantirem seus direitos.Policiais que prenderam seis traficantes recebem promoção em MS

Desde agosto de 2016, o juiz da 4ª Vara de Fazenda Pública de Campo Grande, José Ale Ahmad Netto concedeu sentença em favor dos policiais para que fossem promovidos, com o recebimento da diferença salarial retroativa desde 2009.

Após tentativas de recursos e embargos do governo do Estado, o caso chegou a ser analisado pelos desembargadores do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), que negaram os embargos e mantiveram a sentença a favor dos policiais.

O decreto autorizando a promoção dos policiais esclarece  que, como aposentados, os policiais permanecerão na inatividade. As promoções foram assinadas pelo governador do Estado, Reinaldo Azambuja.

Jornal Midiamax