Cotidiano

Ônibus seguem com linhas reduzidas e têm combustível até terça, diz Consórcio

O Consórcio Guaicurus informou neste domingo (27) que as linhas seguem com o número reduzido de ônibus na segunda-feira (28) e que há combustível até terça-feira (29) para as linhas. De acordo com as empresas, foram disponibilizados 20 mil litros na última sexta-feira para os veículos e nesta segunda, a frota deve passar por novo […]

Evelin Cáceres Publicado em 27/05/2018, às 15h39 - Atualizado às 16h04

(Cleber Gellio/Midiamax)
(Cleber Gellio/Midiamax) - (Cleber Gellio/Midiamax)

O Consórcio Guaicurus informou neste domingo (27) que as linhas seguem com o número reduzido de ônibus na segunda-feira (28) e que há combustível até terça-feira (29) para as linhas.

De acordo com as empresas, foram disponibilizados 20 mil litros na última sexta-feira para os veículos e nesta segunda, a frota deve passar por novo reabastecimento.

Foi decidido que o sistema de transporte coletivo adota, a partir de sexta-feira, escala de serviços das férias escolares, retirando reforço de veículos nos horários de rush da manhã e tarde. Serão cerca de 20 veículos a menos.

Os 23 veículos executivos vão ser substituídos pelos ônibus convencionais nesta quinta-feira. A partir de sexta-feira, vai ser suspensa a circulação dos veículos executivos. A justificativa é que os executivos gastam mais gasolina e as rotas que eles fazem também são servidas por convencionais.

Os ônibus articulados (32 carros) deixaram de circular na semana passada. No sábado (26), a concessionária operou com uma quantidade menor de veículos e utiliza a tabela de domingo para disponibilizar os ônibus nas ruas da Capital. A decisão foi comunicada à gerência das garagens pelo diretor-presidente João Carlos dos Santos.

No comunicado, o diretor-presidente garantiu que ônibus extras podem ser disponibilizados para suprir eventual demanda e que, se for necessário, os articulados devem voltar a circular por determinação de fiscalização da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

Com a retirada dos fresquinhos, a expectativa da concessionária é de economizar de 10% a 15% do combustível em estoque.

Jornal Midiamax