MS tem 35 pontos de manifestação e 19 pontos de bloqueio em rodovias, diz PRF

A PRF-MS (Polícia Rodoviária Federal de Mato Grosso do Sul) informou em nota no início da noite deste domingo (27) que o Estado permanece com 35 pontos de manifestação e 19 pontos de bloqueio em rodovias. A nota explica a mudança de nomenclatura que a PRF adotou após “a nova forma de operação desta paralisação” […]
| 28/05/2018
- 00:38
MS tem 35 pontos de manifestação e 19 pontos de bloqueio em rodovias, diz PRF

A PRF-MS (Polícia Rodoviária Federal de Mato Grosso do Sul) informou em nota no início da noite deste domingo (27) que o Estado permanece com 35 pontos de manifestação e 19 pontos de bloqueio em rodovias.

A nota explica a mudança de nomenclatura que a PRF adotou após “a nova forma de operação desta paralisação” o que levou o órgão a nomear os diferentes atos de “rodovias interditadas”, “pontos de bloqueios” e “pontos de manifestação”.

Segundo o comunicado, não há interdições de rodovia, ou seja, não há estradas bloqueadas, seja total ou parcialmente. “Esta situação chegou a ocorrer de forma pontual e intermitente nessas manifestações, especialmente em Bandeirantes, Sonora e Dourados”, diz trecho do comunicado.

Entretanto, a PRF-MS contabilizou 19 pontos de bloqueio em rodovias de saída de caminhoneiros, onde “há motoristas querendo sair, contudo, impedidos por manifestantes” e adiciona que “está com todo seu efetivo atuando para que estes bloqueios se encerrem”.

Conforme a nota emitida, foram realizadas “21 escoltas de caminhões de combustíveis, algumas em parceria com Exército Brasileiro, como foi o caso dos 7 caminhões/carretas de Corumbá, hoje (domingo) pela manhã”.

O total de pontos de manifestação totalmente livres chega a 35. A PRF informou que o Estado chegou a ter “41 pontos de bloqueio (e manifestações) de circulação de caminhões, quase todos ocorrendo dentro dos postos de combustíveis. Hoje (domingo), com algumas oscilações pequenas de pontos que encerram e se reiniciam, temos um total de 35 pontos de manifestação”.

Veja também

A energia solar sofrerá taxas impostas pelo Marco Legal da Geração Distribuída em cinco meses

Últimas notícias