Cotidiano

Incêndio que já dura 13 dias atinge oito fazendas na região do Bolsão sul-mato-grossense

Um incêndio de grandes proporções atinge propriedades rurais na região de Inocência e Cassilândia –  a aproximadamente 400 quilômetros de Campo Grande. De acordo com Vanessa Chiappina Bonin, moradora da cidade e que entrou em contato com o Jornal Midiamax, o incêndio começou há 13 dias e são milhares de hectares queimados em oito fazendas […]

Wendy Tonhati Publicado em 10/09/2018, às 10h09 - Atualizado às 10h11

Incêndio já durava quase duas semanas (Foto: Via WhatsApp/Vanessa Chiappina Bonin)
Incêndio já durava quase duas semanas (Foto: Via WhatsApp/Vanessa Chiappina Bonin) - Incêndio já durava quase duas semanas (Foto: Via WhatsApp/Vanessa Chiappina Bonin)

Um incêndio de grandes proporções atinge propriedades rurais na região de Inocência e Cassilândia –  a aproximadamente 400 quilômetros de Campo Grande. De acordo com Vanessa Chiappina Bonin, moradora da cidade e que entrou em contato com o Jornal Midiamax, o incêndio começou há 13 dias e são milhares de hectares queimados em oito fazendas atingidas até agora. As propriedades rurais também possuem APP (Áreas de Proteção Permanente).

Segundo o major Flávio Elias Ribeiro, comandante do quartel de Paranaíba, que é responsável pela região, devido à estiagem, que já dura cerca de 120 dias na região, a vegetação está muito seca, dificultando o combate aos focos que se espalham pela área de serra e de furnas.

Incêndio que já dura 13 dias atinge oito fazendas na região do Bolsão sul-mato-grossense
Estiagem piora a a situação na região. (Foto: Via WhatsApp/Vanessa Chiappina Bonin)

Conforme Riberio, já foi feito pedido o apoio ao Comando do Corpo de Bombeiros, em Campo Grande, e mais militares devem ser enviados à região em breve. Ainda não é possível informar a área afetada pelo incêndio.

“Uma aeronave deve fazer o sobrevoo da região para avaliar e será necessário fazer o levantamento da área com drone. Por enquanto, estamos priorizando a proteção das sedes das fazendas”, informa o major do Corpo de Bombeiros Militar.

Jornal Midiamax