Cotidiano

Família tenta transferir paciente com princípio de AVC para hospital há 3 dias

Uma família de Campo Grande tenta, há três dias, transferir uma paciente internada em um posto de saúde. Sebastiana Freire de Andrade, 53 anos, teve um princípio de AVC (Acidente Vascular Cerebral) e foi levada para a unidade do Aero Rancho. Porém, devido ao estado de saúde dela, a família diz que ela precisa ser […]

Wendy Tonhati Publicado em 13/07/2018, às 14h43 - Atualizado às 16h04

None

Uma família de Campo Grande tenta, há três dias, transferir uma paciente internada em um posto de saúde. Sebastiana Freire de Andrade, 53 anos, teve um princípio de AVC (Acidente Vascular Cerebral) e foi levada para a unidade do Aero Rancho. Porém, devido ao estado de saúde dela, a família diz que ela precisa ser transferida para um hospital.

De acordo com Marcos Coelho, filho da paciente, os médicos não deram nenhuma previsão para a transferência para um hospital. “Ela está correndo risco de morte, pois, o pulmão está muito debilitado”, explica. Os filhos procuraram a Defensoria Pública nesta sexta-feira (13) para tentar uma ordem de transferência por meio judicial.

A Secretaria de Saúde (Sesau) informou, por meio da sua assessoria de imprensa, que a paciente tem recebido toda a assistência médica necessária, “sendo acompanhada pela equipe de plantão na unidade, que oferece o suporte necessário”.

Ainda de acordo com a nota enviada à redação, a  Sesau acompanha a situação e já solicitou, por meio da Central de Regulação, a vaga hospitalar. “Todavia, devido à baixa rotatividade de leitos nos hospitais, a transferência fica prejudicada”.

Jornal Midiamax