Cotidiano

Exército retoma obras na Brilhante e pode interditar parte da Bandeirantes

Prefeitura alegou que fim das chuvas possibilitou retomada

Ludyney Moura Publicado em 20/03/2018, às 12h28

None

Prefeitura alegou que fim das chuvas possibilitou retomada

A Prefeitura de Campo Grande anunciou nesta terça-feira (20) que o Exército Brasileiro já voltou a trabalhar nas obras de recapeamento do corredor Sudoeste, e que a retomada deve implicar, em breve, na interrupção de meia pista da Avenida Bandeirantes.

De acordo com assessoria da gestão de Marquinhos Trad (PSD), os militares retomaram duas frentes de serviço, uma na Vila Jacy, de drenagem na Rua José Paes de Farias, e outra na Rua Brilhante, que deve receber reaplicação do pavimento em trechos de asfalto recém entregues.

O município não explicou os motivos da reaplicação de novo pavimento na Brilhante, apenas informou que as obras foram interrompidas no final de 2017 em razão do período de chuvas.

No cronograma divulgado hoje pela Prefeitura, o Exército deve começar na próxima semana a abertura de bocas de lobo nos trechos já recapeados da Brilhante e Guia Lopes.

A Sisep (Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos) explica que a implantação de 943 metros de drenagem nas ruas Hermenegildo Pereira e José Paes de Farias resultará numa rede que vai captar a enxurrada da Brilhante e escoa-la até o Rio Anhandui, pela drenagem já existente na José Paes de Farias (depois da esquina com a Brigadeiro Tobias).

Interdições

As obras no corredor sudoeste também preveem a implantação de 62 metros de dutos na Avenida Bandeirantes, o que deve gerar interdição de meia pista da via. O cruzamento da Hermenegildo Pereira com a Brilhante receberá 262 metros de tubulação, até a Rua Aduie Rezek.  A drenagem também vai  atravessar a Rua Gabriel Cubel, numa extensão de 275 metros até chegar a Bandeirantes, onde está planejado mais 96 quilômetros de rede.

Execução

Os militares  ainda vão implantar  1km de drenagem, efetuar remendos e instalar bocas de lobo nos 3.320 quilômetros do corredor do sudoeste do transporte coletivo. Na outra etapa serão construídas calçadas padronizadas com acessibilidade; recapeamento da faixa exclusiva destinada aos ônibus, onde será usado o asfalto polimerizado,  comum material mais resistente; e mais 1,930 km de recapeamento na Brilhante. Já foram feitos 700 metros de drenagem e 1,5 km  de recapeamento.

Para acelerar a implantação do projeto de mobilidade urbana , lançado em 2012, a Prefeitura  decidiu dividir em três lotes as obras de recapeamento das vias que integram o corredor de transporte coletivo sudoeste, que desde o início do ano vem sendo executado pelo Exército.  Está sendo preparada a licitação do trecho da Avenida Bandeirantes e, logo em seguida, a da Marechal Deodoro e o do seu prolongamento, a Avenida Gunter Hans.

A expectativa é de que os militares concluam até o final do ano o recapeamento e requalificação do trecho iniciado em fevereiro do ano passado, abrangendo as ruas Guia Lopes e Brilhante.

(Com informações da Assessoria do Município, Foto: Diogo Gonçalves/PMCG)

Jornal Midiamax