Cotidiano

Com vacina em baixa no estoque, prefeitura diz que situação é crítica

Secretaria segue sem previsão de nova remessa de vacina pentavalente 

Raiane Carneiro Publicado em 16/02/2018, às 17h47

None

Secretaria segue sem previsão de nova remessa de vacina pentavalente 

Os estoques da vacina pentavalente estão em nível crítico em Campo Grande, segundo a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde). A baixa severa se deve à falta de repasses do Ministério da Saúde. Conforme o órgão nacional, a situação é pontual por conta da demora da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em liberar 5 milhões de novas doses para os estados.

A situação de falta das vacinas foi relatada ao Jornal Midiamax por uma leitora que percorreu três unidades de saúde da Capital, buscando aplicar o reforço em seu filho de 1 ano e 3 meses. “Essa vacina é muito importante para as crianças desde os dois meses”, contou.

Até a última quinta-feira (15), as unidades visitadas por ela foram as UBS (Unidade Básica de Saúde) Tiradentes, UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) Maria Aparecida Pedrossian e Jardim Noroeste, mas em todas, conforme a mãe, não havia vacinas e nem previsão de quando estariam disponíveis. “Está em falta na rede. Sem previsão [de chegada]”, disse.

Questionada sobre a falta nas unidades, a Sesau confirmou a baixa no estoque. “O estoque da vacina pentavalente nas unidades básicas de saúde da Sesau está em nível crítico devido ao não repasse do órgão nacional”, informou.

De acordo com a secretaria, a última remessa foi recebida no dia 12 de janeiro deste ano. Desde então, segundo a Sesau, que afirma ter feito a solicitação, não houve mais a entrega das vacinas para o Estado, responsável por enviar ao município. A assessoria da secretaria informou ainda que segue sem previsão para o recebimento de novas remessas.

Até a normalização dos estoques, a orientação da pasta é que os pais e responsáveis que queiram imunizar as crianças verifiquem na unidade mais próxima se ainda há vacinas disponíveis para aplicação. “Caso não haja disponibilidade, deve-se aguardar uma definição do Ministério da Saúde quanto ao reabastecimento”, informou.Com vacina em baixa no estoque, prefeitura diz que situação é crítica

Por meio de nota, o Ministério da Saúde informou que está trabalhando na regularização dos estoques nos casos pontuais, mantendo a distribuição de vacinas em todos país. No caso da pentavalente, o órgão explicou ainda que “há cerca de 5 milhões de doses no país aguardando liberação pela Anvisa”. A situação está sendo acompanhada pelo Ministério para ser resolvida rapidamente.

A nota ressalta ainda que a distribuição do órgão é feita com base nas solicitações das secretarias estaduais, conforme os estoques locais e nacionais disponíveis. “Os estados e DF são responsáveis por gerenciar e estabelecer um fluxo de distribuição podendo, inclusive, fazer o remanejamento caso haja necessidade”, informou.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax