Cotidiano

Clientes denunciam validade, preço e propaganda enganosa em mercados

Supermercados são alvos de vistorias do Procon

Mylena Rocha Publicado em 20/02/2018, às 16h50

None

Supermercados são alvos de vistorias do Procon

Produtos fora da validade, divergência de preço no caixa e propaganda enganosa são as principais causas de reclamação dos consumidores nos mercados de Campo Grande. Em fiscalização realizada na última segunda-feira (19), o supermercado Extra foi um dos visitados e pode receber multa de R$ 50 mil por propaganda enganosa.

Segundo o superintendente do Procon, Marcelo Salomão, todos os mercados da Capital estão sendo vistoriados e a venda produtos fora da validade é uma das principais causas de reclamação. “É muito importante que o consumidor fique atento e denuncie. Mesmo que não vá comprar, deve denunciar para evitar que outra pessoa consuma o produto”, afirma. Itens com embalagem danificada e armazenados de forma incorreta também podem causas problemas de saúde aos compradores.

Outra irregularidade é quando o mercado anuncia produtos em promoção e não informa a data da validade. Segundo o Procon, o vencimento deve estar anunciado na placa, junto com o preço. Produtos que são cobrados um preço diferente do notificado na prateleira também são um problema, a empresa tem o dever de oferecer o item no valor da etiqueta. Para denunciar, o consumidor pode tirar uma foto e encaminhar ao Procon. “Fizemos várias fiscalizações e temos várias outras agendadas para este mês, temos uma ação focada em supermercados”, afirma o superintendente.

Clientes denunciam validade, preço e propaganda enganosa em mercados

(Foto: Divulgação)

Jornal Midiamax