Cotidiano

Cidades de MS ficam entre as mais quentes do Brasil e umidade do ar permanece em baixa

A terça-feira (11) será mais um dia de calor escaldante na maior parte de Mato Grosso do Sul. A temperatura amena do começo da manhã, como em Campo Grande que registra 18°C, logo vai embora e dá espaço ao calor. De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), na última segunda-feira (10), duas cidades […]

Wendy Tonhati Publicado em 11/09/2018, às 06h58 - Atualizado às 07h24

Foto: Arquivo
Foto: Arquivo - Foto: Arquivo

A terça-feira (11) será mais um dia de calor escaldante na maior parte de Mato Grosso do Sul. A temperatura amena do começo da manhã, como em Campo Grande que registra 18°C, logo vai embora e dá espaço ao calor.

De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), na última segunda-feira (10), duas cidades do Estado ficaram entre as mais quentes do Brasil: Sonora com 41,6°C levou a medalha de prata do ranking do calor (só perdeu para Gilbués, no Piauí com 44,9°C) e Coxim ficou com a oitava colocação: 39,4°C.

Durante o dia, segundo as informações da meteorologista Helena Turon Balbino, o tempo continua claro com baixa umidade do ar, impedindo as pancadas de chuva de se desenvolverem no Estado.

No centro-norte e nordeste do Estado a umidade atinge índices abaixo dos 20% no período da tarde. Seguem os riscos de queimadas e de problemas respiratórios. No Pantanal o tempo estará mais nublado devido aos ventos provenientes do sul que trazem um pouco de umidade e temperatura mais amena.

As temperaturas máximas são de 39°C nas cidades do centro-norte, 37°C no leste e Pantanal e 33°C no sul e sudoeste. Em Campo Grande, dia claro a parcialmente nublado com névoa e baixa umidade do ar à tarde. A temperatura máxima é de 35°C.

O tempo só deve mudar quando a quinta feira (13) chegar. Uma área de baixa pressão sobre o Paraguai se aprofunda, trazendo ventos de norte com o calor e a umidade da Região Amazônica. Assim, as chuvas começam à tarde, no sul do Estado.

Na tarde de sexta-feira as pancadas de chuva estarão mais generalizadas sobre as cidades do centro, sudoeste e sul.

Jornal Midiamax