Cotidiano

Anvisa aprova novo medicamento para tratamento de hemofilia A

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou um novo medicamento para o tratamento da hemofilia A. A doença afeta o sistema de coagulação e faz com que haja dificuldade de estancar sangramentos espontâneos ou causados por traumas.

Mylena Rocha Publicado em 17/07/2018, às 18h35

Foto: Ilustrativa
Foto: Ilustrativa - Foto: Ilustrativa

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou um novo medicamento para o tratamento da hemofilia A. A doença afeta o sistema de coagulação e faz com que haja dificuldade de estancar sangramentos espontâneos ou causados por traumas.

A hemofilia A ocorre devido à ausência do Fator VIII no sangue, uma proteína que atua no processo de coagulação. Cerca de 30% das pessoas que possuem a forma grave da doença desenvolvem inibidores e têm resistência à terapia de reposição. Foram realizados quatro estudos clínicos que evidenciam o potencial do novo medicamento, o Hemcibra (emicizumabe), para melhorar o tratamento das pessoas que sofrem com este distúrbio. Esta é a primeira inovação desenvolvida nos últimos 20 anos.

Os estudos clínicos demonstraram uma redução significativa dos episódios de sangramento em adultos e crianças, quando comparado com as terapias atuais. Além disso, devido à possibilidade de administração subcutânea e uma vez por semana, o impacto da aplicação do medicamento nos pacientes é menor, se comparado com os remédios disponíveis atualmente.

“A aprovação da Anvisa redefine as possibilidades de tratamento para pessoas com hemofilia A com inibidores do Fator VIII”, afirma Lenio Alvarenga, diretor médico da Roche Farma Brasil, responsável pelo medicamento.  Segundo ele, é de extrema importância a disponibilidade de uma opção de terapia eficaz na prevenção e redução da frequência de sangramentos em pessoas que convivem com a hemofilia.

Jornal Midiamax