Cotidiano

VÍDEO: troca de direção em escola municipal causa tumulto e reclamação

Professores e alunos não querem troca de diretor

Wendy Tonhati Publicado em 14/08/2017, às 12h22

None

Professores e alunos não querem troca de diretor

A possível mudança na direção da Escola Consulesa Margarida Maksoud Trad causou tumulto e muita reclamação de pais, na manhã desta segunda-feira (14), no Bairro Estrela Dalva, em Campo Grande. Os professores não querem a mudança que foi anunciada no fim da semana passada. Durante confusão nesta manhã, a maioria dos pais e alunos que estavam na escola também se posicionaram contra a saída do atual diretor. 

O tumulto começou quando alunos e pais chegaram ao colégio, por volta das 7 horas, e as aulas estavam suspensas por conta de uma reunião entre professores. Mesmo os estudantes sendo recebidos e ficando dentro das dependências da escola, a situação causou confusão por conta da falta de informações aos responsáveis. 

No local, os pais reclamavam tanto da mudança da direção, quanto de não terem ficado sabendo que haveria reunião entre os professores logo cedo. Os alunos maiores, aproveitaram que não estavam entrando para as salas de aula e alguns chegaram a pular o muro para ‘fugir’ da escola. Eles tiveram de ser contidos pela equipe de sete inspetores. Alguns pais resolveram não deixar os alunos da escola e voltam para casa.

O problema, segundo os professores, é a mudança na direção da escola. Eles foram informados no fim da tarde da última sexta-feira (11), que o diretor atual deixaria a função. Foram feitas reuniões na sexta e sábado e decidido chamar a Semed (Secretaria Municipal de Eduação) na escola. Nesta segunda, foi realizada nova reunião e os professores decidiram, por um “aquartelamento”. Eles não deram aula, mas, segundo os docentes, os estudantes terão o período letivo com outras atividades. 

VÍDEO: troca de direção em escola municipal causa tumulto e reclamação

Jornal Midiamax

Eneides Brandão, 44 anos, mãe de um aluno de 13 anos, no 8° ano, foi uma das mães que não gostou de saber que a direção será trocada. Ela disse que o filho estuda desde a primeira série e que só começou a melhora com a atual direção. “Só começaram a melhora quando esse diretor veio. Não queremos e não aceitamos essa troca”. 

Maria Luiza Gonzaga de Souza, 60 anos, é avó de três alunos, de 7, 12 e 13 anos. “Meus netos estudam aqui desde novinhos. Não concordo com isso que estão querendo fazer. Demorou tanto para a escola melhorar e agora querem mudar. 

Em nota, a Seme informou que:

O diretor e o diretor-adjunto foram avisados da substituição na semana passada em reunião realizada com ambos.
A mudança é de caráter administrativo. 
A dispensa dos alunos está sendo apurada não sendo uma medida da Semed
Toda a ação desta manhã na escola foi registrada em ata
“.

Jornal Midiamax