Cotidiano

UEMS decreta luto de três dias após morte de professora por infarto

Universidade retomou atividades nesta quinta-feira

Joaquim Padilha Publicado em 10/08/2017, às 12h20

None

Universidade retomou atividades nesta quinta-feira

O reitor da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), Fábio Edir dos Santos Costa, decretou luto de três dias, a partir desta última terça-feira (8), pelo falecimento da professora Maria de Fátima Oliveira Mattos Grassi, do curso de Biologia.

Fatinha, como era conhecida no meio acadêmico, morreu após um infarto sofrido na terça-feira, aos 44 anos de idade. Em nota, a Aduems (Associação dos Docentes da UEMS), lamentaram a morte da professora.

“A perda de uma dedicada docente da UEMS, que sempre distribuiu motivação e bom ânimo a todos os que desfrutaram de sua presença, sem dúvida alguma nos deixa perplexos e enlutados”, disse a entidade em nota.UEMS decreta luto de três dias após morte de professora por infarto

“Neste momento nos unimos em oração ao professor Luiz Eduardo Aparecido Gassi (esposo), sua família e amigos, para que esta perda possa ser compreendida com a esperança do conforto de Deus”, continua a nota.

As aulas da UEMS foram suspensas a partir das 15h na terça-feira, e permaneceram suspensas nesta quarta-feira (9). Nesta quinta-feira (10), o luto oficial permanece, mas as atividades acadêmicas e administrativas voltaram ao normal.

Jornal Midiamax