Ponte que liga Paraná ao MS é bloqueada em protesto por melhores condições em aldeias

Não há previsão para liberar o tráfego
| 03/04/2017
- 15:30
Ponte que liga Paraná ao MS é bloqueada em protesto por melhores condições em aldeias

Não há previsão para liberar o tráfego

Indígenas da etnia Guarani, das aldeias de Terra Roxa e Guaíra, bloquearam na manhã desta segunda-feira (3), a Ponte Ayrton Senna, que liga Guaíra (Paraná) a Mundo Novo, cidade a 462 quilômetros de Campo Grande. 

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), não há previsão de liberação e ainda ocorre a chegada de mais manifestantes ao local. Segundo os indígenas, a reivindicação é por melhorias nas condições das aldeias como, água, luz, escola e cestas básicas.

O tráfego no local está sendo orientado por equipe da PRF para que veículos não cheguem à ponte. Em Mato Grosso do Sul, na BR 163 a PRF faz a orientação no km zero, para segurança dos motoristas.

Segundo a imprensa local, cerca de 200 manifestantes estão no local e somente ambulâncias têm permissão para atravessar a ponte. O protesto também mira o governo do presidente Michel Temer, reivindicando a demarcação de terras. 

 

Veja também

Benefício de R$ 53 é pago a 5,68 milhões de famílias

Últimas notícias