Cotidiano

Médicos da Santa Casa ameaçam parar na terça por atraso recorrente em salários

Hospital alega atraso no repasse

Tatiana Marin Publicado em 10/06/2017, às 19h47

None

Hospital alega atraso no repasse

Os médicos autônomos e celetistas da Santa Casa de Campo Grande planejam parar os serviços na próxima terça-feira (13), a partir das 7h da manhã. Segundo o Sinmed-MS (Sindicato dos Médicos de MS) eles alegam que os salários são pagos com atraso.

Os cerca de 200 profissionais autônomos irão paralisar as atividades e os mais de 400 celetistas farão greve em protesto aos atrasos. O atendimento funcionará com efetivo de 30% para urgência e 70% no atendimento ambulatorial.

A assessoria da Santa Casa informa que os salários foram pagos na tarde desta sexta-feira (9), após ter recebido o repasse da Prefeitura de Campo Grande. A verba é de cerca de R$ 20.000,00. Entretanto, reconhece que os ordenados foram pagos com atraso. De acordo com o hospital, somente é possível realizar os pagamentos após receber o repasse do município. “Tão logo o repasse foi depositado, os salários foram pagos. A Prefeitura vem atrasando desde outubro”, diz comunicado.

Médicos da Santa Casa ameaçam parar na terça por atraso recorrente em salários

Na quinta-feira (8), a Prefeitura foi questionada pelo atraso nos repasses que estaria causando paralisação dos enfermeiros e funcionários do setor administrativo. Por meio da assessoria de imprensa, a Prefeitura negou atraso no repasse. A administração alega estar “dentro do prazo legal previsto no contrato. “Quanto ao suposto atraso de pagamento aos servidores do hospital, é importante frisar que tais servidores são de responsabilidade da instituição e não do município, sendo que a prefeitura está dentro do prazo legal previsto no contrato para efetuar este repasse. Reiterando que o Ministério da Saúde somente faz o repasse do recurso entre os dias 10 e 15 de cada mês”, afirmou.

Jornal Midiamax