Em busca de camarotes, doadores de sangue lotam Hemosul

Mais de 450 pessoas aguardam na fila
| 27/03/2017
- 15:12
Em busca de camarotes, doadores de sangue lotam Hemosul

Mais de 450 pessoas aguardam na fila

Uma promoção fez com que uma fila se formasse na madrugada desta segunda-feira (27), na frente do (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Mato Grosso do Sul). Antes das 7 horas, estima-se que 450 pessoas já estavam no local para doar sangue e ganhar ingressos para camarotes de shows na .

A auxiliar administrativo, de 33 anos, – que prefere não se identificar – diz que é doadora e não sabia da promoção e que quando chegou ao local, já tinham mais de 100 pessoas aguardando. 

“Está a maior confusão.Tem gente desde às 2 horas e quem quer doar realmente não está conseguindo. Deve ter no mínimo umas 450 pessoas aqui", afirma.

A engenheira civil, de 27 anos – que também prefere não se identificar – é de Brasília e está em Campo Grande a passeio. Ela admite estar na fila por conta da promoção, no entanto, reclama que não há organização na ordem de chegada. 

"Cheguei e já tinha umas 150 pessoas na fila. Tem muita gente que dormiu aqui guardando lugar para parente. Sem contar que tem outros que chegam e entram na fila também ou vão direto para dentro do Hemosul. O problema é que os ingressos são para os cem primeiros que apresentarem o comprovante e sabemos que tem gente nas rádios guardando fila", lamenta.

De acordo com as normas da promoção, as rádios organizadoras doarão ingressos de camarote – válido para qualquer show da Expogrande – a 100 pessoas que apresentarem o comprovante de doação de sangue entre  hoje e esta terça-feira (28). Cada camarote custa em torno de R$ 140,00.

A assessoria de comunicação do Hemosul explica que o Centro de Hemoterapia e Hematologia não tem relação com a promoção promovida pelas rádios e que apenas recebe os doadores voluntários.

Sobre a informação de preferência no ordem de atendimento, a assessoria de comunicação observa que há agendamento para  doadores fenotipados. Já aos doadores que não cumprirem com as exigências para doação de sangue não serão aprovados na triagem clínica. 

Regras para ser doador

Para doar sangue é preciso que você esteja munido de um documento oficial com foto, como a carteira de identidade ou de motorista. Os doadores precisam ter entre 16 e 69 anos segundo a nova lei da doação de sangue aprovada em 2013. Há uma ressalva para quem tem 16 e 17 anos: o menor de idade tem que estar acompanhado de pai ou mãe ou responsável legal, ou então pode retirar na unidade de doação um modelo de declaração, levar para mãe ou pai ou responsável legal assinar e então reconhecer firma desta assinatura. Também é importante lembrar que a primeira doação somente pode ser feita até 60 anos. Acima desta idade, apenas para quem já é doador de sangue.

Embora a nova lei permita a doação de pessoas abaixo de 50 Kg, a Rede Hemosul-MS reserva-se o direito de aceitar apenas doadores com 55 kg ou mais, para a melhor utilização do sangue coletado e segurança do doador.

O que impede a doação?

Doenças hematológicas, cardíacas, renais, pulmonares, hepáticas, autoimunes, diabetes,hipertireoidismo, hanseníase, tuberculose, câncer, sangramentos anormais, convulsões, ou portadores de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue como Doença de Chagas, Hepatite, AIDS, Sífilis. Se estiver com gripe ou alergia deve esperar sete dias após sarar para doar sangue.

Medicamentos –

Alguns medicamentos impedem a doação. Portanto fale para o profissional de saúde que for lhe entrevistar os remédios que está utilizando.
Vacinas: As vacinas impedem temporariamente a sua doação. Por isso, aproveite para doar sangue antes de tomar a dose de vacina.

Para doar sangue você deve estar bem alimentados, mas evitando alimentos com excesso de gordura no dia da doação.

Veja também

Depois de morador aparecer pescando em rua alagada, foi a vez de humorista aproveitar praia no Colúmbia

Últimas notícias