Cotidiano

Após incorporação de gratificações, guardas reclamam de redução do salário

Sindicato afirma que houve redução de jornada de trabalho

Raiane Carneiro Publicado em 04/08/2017, às 19h38

None

Sindicato afirma que houve redução de jornada de trabalho

Os Guardas Municipais perceberam uma redução no valor do salário de R$ 300 no holerite deste mês. Segundo os relatos, a redução aconteceu após a incorporação das gratificações ao salário base, o que prejudicou a categoria. O sindicato que representa a categoria esclareceu a situação se deve a redução da jornada de trabalho.

Nesta sexta-feira (4), o Jornal Midiamax recebeu relatos de vários servidores da categoria sobre o desconto no valor do salário. “De 800, descontava 160 reais. Incorporando as gratificações no salário, o desconto foi de 300”, exemplificou um servidor que não quis se identificar.

Segundo o guarda municipal, foi adicionado apenas a gratificação de operações especiais ao salário base. Com isso, os servidores teriam ficado sem a gratificação que era concedida por plantão. “A gratificação de plantão de serviço foi tirada. Não foram incorporadas todas as gratificações”, disse.

A mesma questão foi comentada por outro servidor. “Era adicional noturno, de periculosidade, só que agora eles [prefeitura] não pagam mais nada”, explicou. Além da reclamação sobre a redução, o servidor relatou a indignação por ter ouvido que seria vantajoso ser a gratificação incorporada. “Eles disseram que o guarda não ia perder nada, mas o nosso grupo que ganha 2 mil em média, abaixou para 1700 reais”, disse.

O presidente Hudson Pereira Bonfim, do Sindicato dos Guardas Municipais de Campo Grande e que esteve nas negociações com o município, explicou que não há desconto e sim uma redução do salário de acordo com a redução da carga horária dos servidores. “Eles não estão recebendo a hora extra porque não estão fazendo”, afirmou. Hudson explicou que houve uma redução de 60 horas na jornada de trabalho dos servidores.

Após incorporação de gratificações, guardas reclamam de redução do salário

Bonfim ainda explicou que há necessidade de negociar com o município sobre os plantões. “Esse processo da negociação da hora extra, nós vamos começar a discutir com o prefeito”, disse.

O Jornal Midiamax entrou em contato com a prefeitura e aguarda retorno.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax