Ao todo 22 crianças foram beneficiadas

Alunos da Reme recebem cadeiras de rodas feitas sob medida​Nesta sexta-feira (22), alunos da Reme (Rede Municipal de Educação) com dificuldade de mobilidade receberam 26 cadeiras de rodas, quatro delas especiais para banhos. 

Ao todo 26 crianças foram beneficiadas pelo Projeto Educação Mais Saúde, Acessibilidade e Inclusão realizado por meio de parceria entre a Semed (Secretaria Municipal de Educação), Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e Ministério da Saúde.

Conforme o técnico ortopédico, Pedro El Daher, a Semed informa à Sesau sobre a quantidade de alunos que necessitam das cadeiras de rodas, a Sesau repassa a informação para a Apae que realiza o pedido no Ministério da Saúde. O recurso é totalmente disponibilizado pelo Governo Federal, no entanto, o valor não foi divulgado.

Dados do Educacenso 2016/2017 revelam que na Reme são 1.405 crianças com deficiência intelectual, física, auditiva e deficiências múltiplas. Daher explica que é necessário somar os pedidos de todos os municípios do Estado para que o valor das cadeiras seja reduzido. “Para baratear somamos tudo. Quanto mais cadeiras solicitadas, menor o valor”, explica.

Alunos da Reme recebem cadeiras de rodas feitas sob medida

Segundo o técnico ortopédico, pela tabela SUS (Sistema Único de Saúde) a cadeiras para paraplégicos custa R$ 571,90 e as para tetraplégicos, com suporte para tronco, sai por R$ 1.170,00, enquanto o preço convencional passa de R$ 3 mil.

Durante as entregas, o prefeito Marquinhos Trad (PSD), destacou que a questão é considerada prioridade. “Se for preciso deixar de tapar buraco e ruas para comprar cadeira de rodas, farei. Tenho carinho com a educação especial. Fui o primeiro a criar a coordenadoria para pessoas com deficiência. Promessa todo mundo faz, mas nós cumprimos”, ressaltou.  

Já a chefe da Semed Ilza Mateus de Souza, disse que o objetivo do projeto é facilitar a inclusão. “Estamos tentando sanar o problema de mobilidade para dar mais conforto às crianças e fazer inclusão. Antes as crianças com necessidades especiais com idade de pouco mais de um ano ficavam no berçário, agora estão junto das outras”, observa.

Além das 26 cadeiras entregues nesta manhã, já foram disponibilizadas 36 e outras 20 foram prescritas e estão em processo de compra. As cadeiras são fabricadas sob medida e conforme as crianças crescem, as cadeiras devem ser devolvidas para a Apae.