Cotidiano

A três dias da greve, apenas uma UPA terá atendimento pediátrico à tarde

Escala foi divulgada pela Sesau

Midiamax Publicado em 23/06/2017, às 10h37

None

Escala foi divulgada pela Sesau

Faltando três dias para o início da greve dos médicos da rede municipal de Saúde de Campo Grande, a escala começa a ser reduzida. Na tarde desta sexta-feira (23), apenas uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) terá atendimento pediátrico.

Segundo a lista de atendimento médico divulgada nesta manhã pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública), 50 clínicos gerais atendem no período matutino nas UPAs e CRSs (Centros Regionais de Saúde) da Capital. 

Além dos clínicos gerais, 10 pediatras estão de plantão nas UPAs Coronel Antonino (4) e Universitário (6).A três dias da greve, apenas uma UPA terá atendimento pediátrico à tarde

Durante à tarde serão 50 clínicos gerais e apenas cinco pediatras. Os atendimentos pediátricos se concentram na UPA Coronel Antonino.

Para o plantão noturno estão escalados 49 clínicos gerais e 31 pediatras nas UPAs Coronel Antonino (6), Leblon (3), Moreninha (5), Universitário (5) e Vila Almeida (6), além dos CRSs Nova Bahia (3) e Tiradentes (3).

Greve dos médicos – 

Nessa quinta-feira (22) os médicos anunciaram que entram em greve na próxima segunda-feira (26). O movimento será por tempo determinado e a previsão é de que seja encerrado 10 dias após a data de início.  

Conforme o Sinmed  (Sindicado dos Médicos de Mato Grosso do Sul) 30% do efetivo paralisarão as atividades nas UPAs e CRSs. Já as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e UBSFs (Unidades Básicas de Saúde da Família) terão redução de 70% do efetivo.

A Sesau afirma que está reorganizando a escala para diminuir o impacto da greve nos atendimentos à população. Ainda ontem o prefeito Marquinhos Trad (PSD) afirmou que vai recorrer à Justiça para tentar barrar a greve

Jornal Midiamax