Cotidiano

100 famílias invadem terreno particular na avenida Guaicurus

 Essa é a terceira grande invasão em seis meses

Midiamax Publicado em 28/06/2017, às 16h03

None

 Essa é a terceira grande invasão em seis meses

Pelo menos 100 famílias invadiram na última segunda-feira (26), um terreno particular localizado na avenida Guaicurus, próximo à Rua Ângela Espíndola Queiroz. Os novos moradores alegam ociosidade do terreno e reivindicam a posse da área para construção de casas. Essa é a terceira grande invasão em seis meses.

São mais de 400 pessoas no local, em sua maioria famílias que dizem não ter casa própria e depender de aluguel, ou que até moram ‘de favor’. Segundo um morador, a área foi escolhida para porque estava abandonada e servindo apenas de esconderijo de bandidos e de usuários de droga.  

As famílias afirmam que o terreno foi abandonado pelo proprietário em razão de dívidas com a Prefeitura de Campo Grande, e que o responsável chegou a aparecer para conhecer a situação e que não houve discussões.

O terreno começou a ser repartido ontem (27), e moradores usam barbante para demarcar os 10x30metros quadrados determinados por eles mesmos para cada imóvel. Um morador que preferiu não ser identificado disse que o grupo pretende construir casas de alvenaria, e que barracos não serão permitidos. “Só queremos um lugar para morar com a nossa família”, reforçou.

Outras invasões

Em dezembro do ano passado, 150 famílias invadiram, no final do mês de dezembro, terreno de 18 hectares nas proximidades da Rua dos Cafezais, no bairro Los Angeles, onde funcionou o clube Samambaia, entre os anos de 1980 e 2005. 

E em janeiro, um terreno de aproximadamente 15 hectares, no bairro Paulo Coelho Machado, em Campo Grande, foi invadido por cerca de 300 pessoas no início desta semana. Parte do terreno integrava o complexo de apartamentos populares da incorporadora imobiliária mexicana Homex, abandonado desde 2013. 

Jornal Midiamax