Cotidiano

VÍDEO: passageiro grava motorista sendo agredido dentro de ônibus

Sindicato diz que o caso está sendo investigado

Midiamax Publicado em 10/03/2016, às 13h03

None
agressao_onibus_2.png

Sindicato diz que o caso está sendo investigado

"Para de ser palhaço, eu fiz uma pergunta para você", é assim que começa um VÍDEO gravado por um dos usuários do transporte coletivo de Campo Grande. Nas imagens um homem insulta, ameaça e agride o motorista.

As imagens mostram que o homem bate no condutor com uma mochila. Depois disso, um dos passageiros se levanta e o agressor o adverte. "Cala a sua boca aí que você não tem nada a ver", Outro passageiro ameaça chamar a polícia e também é insultado.

A gravação foi repassada ao Jornal Midiamax na manhã desta quinta-feira (10). Santino Cândido Meira, de 46 anos, secretário do Sttcu (Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Coletivo Urbano de Campo Grande) diz que está apurando informações sobre o fato.

“Está muito vago ainda. Temos de ir na empresa para saber quem é o motorista. Não conseguimos identificar a linha do ônibus e quem é a pessoa que aparece agredindo o motorista. Monitoramos frequentemente esse tipo de coisa. Existe desavença, mas a agressão é novidade”, afirma.

As imagens mostram ainda que antes de descer do veículo o agressor, mais uma vez, ameaça e agride o motorista. "Eu vou lá na Jaguar conversar sobre você. Vou falar com a Neia lá a seu respeito, viu? Vou falar que você mandou eu descer porque eu fiz uma pergunta para você. Você cala a sua boca, não fala mais nada não. Você está errado".

“A interpretação que fazemos é de que se trata de alguém que conhece o sistema porque ele citou a empresa e alguém específico, no caso, a Neia que é psicóloga do Consórcio Guaicurus. Então ele deve conhecer. Além disso, desceu pela porta da frente, o que não é habitual”, observa.

A equipe de reportagem do Jornal Midiamax tentou falar com a psicóloga citada na gravação, no entanto, na ligação, ela pediu que dissessem à reportagem que estava ocupada no momento. O Sindicato está investigando as informações e até o momento não há mais detalhes sobre o fato. 

WhatsApp: fale com os jornalistas

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Jornal Midiamax