Cotidiano

Superlotada, emergência do HR alerta para paralisação no atendimento em cartaz

Funcionários dizem que prática é comum

Midiamax Publicado em 04/08/2016, às 19h43

None
bb2fdc3c-6c0c-4cec-a3ca-3e5fcd6fdfba.jpg

Funcionários dizem que prática é comum

Pacientes que procuraram atendimento na emergência do Hospital Regional Rosa Pedrossian, em Campo Grande, na tarde desta quinta-feira (4) foram surpreendidos com um cartaz que alerta sobre a 'superlotação' dos leitos e paralisação no atendimento, sem previsão de retorno.

O cartaz foi enviado por um leitor, que preferiu não se identificar, que ressaltou a indignação da forma como foi avisado. Ele pontua que foi orientado a procurar as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).

Um funcionário do setor de triagem informou que a prática de aviso é comum para não extrapolar os 77 leitos existentes no local.

Na entrada da emergência, a reportagem do Jornal Midiamax flagrou muitas macas nos corredores, mas constatou que a maioria dos presentes na recepção aguardavam o horário da visita e não de atendimento.

Sem conseguir falar muito bem, Lilian Lopes, de 35 anos, esperava atendimento, com um sangramento no braço. Ela disse à reportagem que não estava sabendo da falta de leitos e aguardava a chegada do marido.

Júlio César da Silva também foi pego de surpresa. Com inchaço pelo corpo e rosto, não sabia que poderia ficar sem atendimento. "Falaram que ia demorar um pouco", disse.

A assessoria de imprensa do Hospital Regional informa que o objetivo do cartaz é alertar a populaçao sobre a superlotação e não avisar sobre paralisação no atendimento. A assessoria ressalta que só no período da tarde sõ atendidos 113 pacientes no PAM (Pronto Atendimento Médico) sendo que a capacidade é para atender 77.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 9 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

(Matéria alterada às 17h32 para inclusão de informações)

Jornal Midiamax