Cotidiano

Raio atinge prédio da Defesa Civil e deixa funcionários sem telefone

Chuva começou por volta das 16h

Midiamax Publicado em 14/03/2016, às 19h45

None
img-20160314-wa0142.jpg

Chuva começou por volta das 16h

Um raio atingiu por volta das 16h da tarde desta segunda-feira (14) o prédio da Defesa Civil de Campo Grande, que fica no Parque dos Poderes. Os funcionários ficaram sem telefone por cerca de 20 minutos. A chuva desta tarde ainda assustou quem passava pela Avenida Ernesto Geisel e Ricardo Brandão, que registra pontos de alagamento.

Segundo assessoria da Defesa Civil de MS, o raio que caiu no prédio deixou os funcionários sem telefone. A energia funcionou normalmente, mas o telefone só voltou a operar por volta das 16h20.

De acordo com a meteorologista Katia Braga do Cemtec-MS (Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos), a chuva não estava prevista. “Mas, o calor e a umidade fez com que formassem nuvens de chuva. É normal para o verão. São nuvens localizadas, e a chuva não deve demorar muito, não deve continuar a noite toda”, explicou.

Um alagamento foi registrado na rotatória da Avenida Ernesto Geisel com a Rachid Neder, onde a água cobriu o asfalto e um motociclista sofreu uma queda. O Córrego Prosa transbordou na altura da Ricardo Brandão, próximo ao prédio do MP (Ministério Público). 

Na Rua do Livramento, próxima a Avenida Mascarenhas de Morais, parte da pista ficou submersa e os carros estacionados começaram a sumir na água. Na Vila Planalto, uma árvore caiu e o Corpo de Bombeiros foi acionado.

Jornal Midiamax