Cotidiano

Precariedade: assentado denuncia situação de ônibus que leva crianças em Bandeirantes

Prefeito e secretários desmentem denúncia

Midiamax Publicado em 01/03/2016, às 15h46

None
img-20160301-wa0070.jpg

Prefeito e secretários desmentem denúncia

Ônibus precários com latarias amassadas, estofamento rasgado, manutenção irregular e sem placa dianteira. Segundo o vice-presidente da Associação Roda Vida, Ezequiel Pero Moura, de 33 anos, essas são as condições do transporte público escolar de Bandeirantes, localizado a 68 quilômetros de Campo Grande.

"As crianças não têm nenhuma segurança. Meu filho está morando com parentes em Campo Grande porque não tive coragem de deixar meu filho em um ônibus assim. O para-brisa está quebrado, as latarias bastantes amassadas, a placa dianteira, por exemplo, fica atrás do banco do motorista. Não passa por manutenção como deveria", relata.

O vice-presidente da Associação roda vida, afirma que algumas crianças, que ficaram de recuperação, perderam o ano escolar porque não havia transporte no período das provas. "Não tinha ônibus e por isso elas não tinha como ir para a escola", afirma.

Por outro lado o prefeito do município, Marcio Faustino de Queiroz (PSD), garante que a denúncia não procede. Ele afirma que no passado foram comprados cinco veículos seminovos. "Comprei cinco ônibus escolares, nunca teve ônibus como está tendo agora. São veículos ano 2000. Estão todos novos ainda", afirma.

A aquisição foi confirmada pela secretária de Finanças de Bandeirantes, Rosana Antunes Brandão. Segundo ela, durante a atual gestão foram realizadas duas aquisições, na primeira, em 2013, foram comprados quatro veículos por R$ 191 mil. Já na segunda compra, em 2015, foram adquiridos cinco veículos por R$ 147 mil.

"Vi os ônibus quando chegaram. Estão bem conservados. O prefeito tinha a preocupação de sair do aluguel de veículos que é caro para que a Prefeitura tivesse a própria frota. Nunca em outra administração teve veículos melhores", assegura a secretária de finanças.

O chefe da Secretaria Municipal de Educação de Bandeirantes, destaca que não recebeu denúncias sobre a situação do transporte escolar. Ele afirma que no último ano acompanhou as vistorias e estava tudo regular.

Vice-presidente da Associação Roda Vida diz que manutenção está irregular - WhatsApp Midiamax

"Temos problemas de transporte como em todos os municípios. Sobre a mecânica, não tive tempo de falar com o chefe de transporte a esse respeito, mas ninguém me falou que o ônibus está em situação precária e que bota a vida das crianças em risco. Estou fazendo o transporte com aquilo que a gente tem. A partir do momento que me procurarem a gente vai averiguar", declara.

"Tenho muita preocupação com isso. Procuro cumprir tudo que é determinado. Estou na secretaria o tempo inteiro, procuro escutar todos. Não tenho conhecimento de que temos ônibus precários que colocam em risco a vida de alguém. Uma irmã minha morreu em um acidente sendo levada para escola e não desejo isso para ninguém. Não cheguei a ver esses ônibus, isso fica por conta do chefe de transporte. Eles organizam e executam o serviço", completa.  

Lataria de transporte escolar está amassada - WhatsApp Midiamax

Jornal Midiamax