Cotidiano

Morador tenta reclamar de iluminação, mas telefone da Prefeitura ‘só dá desligado’

Executivo admitiu falha nos canais de comunicação

Kemila Pellin Publicado em 21/01/2016, às 21h10

None
luz.jpg

Executivo admitiu falha nos canais de comunicação

Um morador do bairro Universitário, região sul de Campo Grande, questionou a eficiência dos canais de reclamação da Prefeitura, afirmando que 'não adianta apenas ter um número, é preciso que ele funcione e que a população seja atendida'.

O posicionamento do morador foi motivado por várias tentativas frustradas de comunicar a falta de iluminação pública nas ruas Pontalina e Aragarças, através do número (67) 3314-3675, disponível na página da Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação).

Os moradores do Maria Aparecida Pedrossian, também já se queixaram da dificuldade em relatar algum problema a Prefeitura, sejam buracos, iluminação ou terrenos sujos.

A Prefeitura admitiu a falha, explicando que a Seintrha teve problema com alguns telefones. O Executivo também destacou que em função da crise financeira e também para que fossem auditados, os contratos com as empresas que prestam o serviço de iluminação foram suspensos. Agora, eles estão sendo retomados aos poucos. Por conta disto, há uma demanda reprimida.

Por fim, a orientação é de que a população use o número (67) 3314-3636 para fazer reclamações a partir de agora. Ou para quem preferir, pode utilizar o sistema on-line de reclamações, Gesol (Gerenciamento de Solicitações).

Jornal Midiamax