Cotidiano

Jovem é condenado a 9 anos de prisão por homicídio no Jardim Los Angeles

Julgamento foi realizado nesta sexta-feira

Tatiana Marin Publicado em 11/11/2016, às 21h37

None
forum_0_0.jpg

Julgamento foi realizado nesta sexta-feira

Na manhã desta sexta-feira foi realizado julgamento de Leandro Souza dos Santos em que foi condenado a 9 anos de reclusão em regime fechado, pelo assassinato do trabalhador rural Didie soares Teixeira. Thiago Franco da Silva, acusado de ajudar no crime, foi absolvido.

O crime aconteceu na noite do dia 25 de junho de 2011, no jardim Los Angeles, quando Leandro usou uma arma de fogo e, com ajuda de Thiago, atirou em Didie. Thiago foi acusado da morte do trabalhador rural por ter fornecido a arma de fogo utilizada no crime e por ter invadido a residência onde estava a vítima, levando-a para fora do imóvel para que Leandro efetuasse os disparos.

Segundo os autos do processo os acusados agiram por motivo fútil, pois praticaram o delito porque a vítima teria “cantado” a namorada de Leandro. O Ministério Público ressaltou que os acusados usaram de recurso que dificultou a defesa de Didie, valendo-se da superioridade numérica, assim como Leandro efetuou os disparos quando a vítima estava sendo agredida por Thiago.

Durante a sessão de julgamento, o promotor de justiça pediu a condenação do acusado Leandro no homicídio simples, com a exclusão das qualificadoras, e a absolvição de Thiago, por negativa de autoria. Já a defesa de Leandro, sustentou o reconhecimento do privilégio do domínio da violenta emoção logo em seguida à injusta provocação da vítima, bem como a exclusão das qualificadoras. Com relação Thiago, a defesa ratificou o pedido do Promotor pela absolvição por negativa de autoria.

Reunido em sala secreta, o Conselho de Sentença, por maioria de votos declarados, condenou Leandro. apenas no homicídio simples e absolveu Thiago acompanhando a proposta do Ministério Público e da Defesa.

O juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluízio Pereira dos Santos, fixou em definitivo a pena-base de Leandro à pena de 9 anos de reclusão, em regime fechado, pelo crime de homicídio simples.

Jornal Midiamax