Cotidiano

Entidades de fiscalização apreendem quase três toneladas de alimento estragado

Trabalho foi feito entre os dias 16 e 20 de fevereiro

Clayton Neves Publicado em 01/03/2016, às 21h37

None
77fa6c22-e9de-4e5a-86c7-288921393e00.jpg

Trabalho foi feito entre os dias 16 e 20 de fevereiro

Ação conjunta de quatro unidades para prevenção e repressão à comercialização de produtos que desrespeitam a legislação sanitária, apreendeu quase três toneladas de mercadorias de origem animal, vegetal e perecíveis em geral. O trabalho foi feito entre os dias 16 e 20 de fevereiro nos municípios de Jardim, Bonito, Guia Lopes da Laguna e Sidrolândia.

Entre as irregularidades constatadas foram detectados inadequações no armazenamento, prazos de validade expirados, temperatura de mercadorias em desconformidade com as normas sanitárias, dentre outras infrações.

Além de fiscalizar, a força-tarefa também prestou serviço educativo, orientando proprietários dos estabelecimentos fiscalizados a como manipular e armazenar alimentos. O objetivo foi dar cumprimento a lei, e assim, evitar prejuízos à saúde do consumidor.

Participaram da ação fiscalizatória Polícia Civil, representada pela Decon (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo), juntamente com a Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e a Vigilância Sanitária Estadual e Municipal.

Jornal Midiamax