Cotidiano

Douradense desaparece na Malásia e família oferece recompensa

Lucas estava em um Iate que explodiu na última semana

Midiamax Publicado em 22/09/2016, às 19h06

None
missing_1.jpg

Lucas estava em um Iate que explodiu na última semana

O Douradense Lucas Soares Bondezan, 24, desapareceu junto a outras três pessoas que estavam em um Iate na costa do do estado de Penang, na Malásia. Agora, a família do jovem – que está no país procurando pelo filho, oferece recompensa em dinheiro para quem encontrá-lo. Os pais de Lucas preferiram não divulgar o valor até que o filho seja encontrado, de acordo com o jornal Free Malaysia Today.

A família de Lucas, pais e irmã, que vivem no distrito de Indápolis – próximo a Dourados -, chegaram a Penang e irão até Langkawi, local de onde saiu a viagem que seria percorrida pelo iate até Singapura.

O capitão da marinha, Rozali Mohd, afirmou que a busca estava difícil e teve que ser suspensa por conta do mau tempo. A marinha utiliza um sistema de tecnologia submarina, ROVs, na sigla em inglês.

“Nós achamos que os destroços podem ter sido levados pra longe das águas de Penang”, afirmou o capitão, em uma coletiva de imprensa que aconteceu nesta quinta-feira (22). Rozali requisitou equipamento sonar das forças navais para ajudar nas buscas.

Viagem

O luxuoso Iate “UN1K”, pertence ao Francês Pascal Vu Anh-Quan, de acordo com o jornal malasiano, e deixou Langkawi, no estado de Kedah na Malásia, com destino a Singapura, às 19h (horário local) da última quinta-feira (15). Na embarcação, haviam quatro pessoas a bordo. As autoridades acreditam que um incêndio tenha iniciado no motor e causado uma explosão que teria ocorrido na manhã de sexta-feira (16).

As outras três pessoas, identificadas como Novak Novakovic, 28, da Sibéria, Rudolf Kolic, 61, da Croácia e Jaroslav Horejsek, 37, da República Tcheca, ficaram feridos no acidente e foram resgatados por um pescador local, que levou as vítimas a um hospital na região.

Horejsek foi transferido para um hospital em Langkawi para realizar cirurgia em uma perna quebrada. Os outros foram atendidos e dispensados, já que possuíam ferimentos de menor gravidade.

Jornal Midiamax