Cotidiano

Demitidos, funcionários não sabem qual será destino dos 20 idosos da Casa de Abraão

Trabalhadores fazem parte dos contratados Omep e Seleta

Ana Paula Chuva Publicado em 19/12/2016, às 20h42

None
img-20161219-wa0100.jpg

Trabalhadores fazem parte dos contratados Omep e Seleta

Após determinação da justiça pela demissão em massa de funcionários contratados da Omep e Seleta, funcionários do lar de idosos Casa de Abraão ficam sem saber qual será o destino dos 20 internos da instituição.

A assistente social da casa, Neli Maria Furtado Corrêa a casa existe há onze anos e são vinte idosos que são atendidos. “Eu trabalho aqui desde março deste ano, mas a casa já existe há 11 anos e atende esses 20 idosos com 12 funcionários, que agora estão prestando serviço voluntário porque entenderam e se sensibilizaram com a situação”, contou.

Ela ainda informou que a maioria dos idosos não tem vínculo familiar algum. “Os graus de dependência vão do 1 ao 3 e a maioria deles não tem vínculo familiar e por isso precisam do atendimento da casa”,  disse.

De acordo com a diretoria da casa, os funcionários ser reuniram e decidiram continuar a ajudar na casa de forma voluntária. “Os nossos funcionários são comprometidos, e se sensibilizaram com a situação então estão vindo de forma voluntária, não temos para onde levar esses idosos”, informou.

Prefeitura

Ao ser indagada, a prefeitura  informou que por conta da decisão judicial é obrigada a afastar os trabalhadores dos locais onde atuam, mas que o município recorrerá da decisão. Sobre o encaminhamento dos internos, informou  que o destino dos idosos só quem poderia informar seria a diretoria da entidade. 

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax