Cotidiano

De barco, menina picada por cobra leva 16h para chegar a hospital

Ela é a 5ª vítima de animal peçonhento em 2016 no Pantanal

Midiamax Publicado em 11/08/2016, às 19h43

None
c6bf3025-6977-4725-886f-5078cd54c1b7.jpg

Ela é a 5ª vítima de animal peçonhento em 2016 no Pantanal

Uma menina de 10 anos foi picada no calcanhar por uma cobra por volta das 17h desta quarta-feira (11) e só chegou ao hospital 16h depois do acidente. A vítima foi socorrida de barco da região do Rio Taquari no Pantanal até o Pronto Socorro de Corumbá, município a 444 quilômetros de Campo Grande. Segundo o pai da garota, a espécie é uma jararaca (boca de sapo).

O tempo é baseado do momento do ataque, solicitação de atendimento e a chegada a cidade. Conforme o 3º Grupamento de Bombeiros de Corumbá, os militares foram acionados por volta das 03h30, desta quinta-feira (11), e em uma embarcação chegou a região da Colônia São Domingos no Rio Taquari, às 7h.

A menina estava consciente e orientada, porém com dor de cabeça e inchaço na lateral do calcanhar esquerdo, local da picada.

Segundo informações do pai, a menina foi atacada por uma jararaca (boca de sapo) por volta das 17h00 de quarta-feira (10). Essa foi a quinta vítima de ataque de animal peçonhento esse ano, durante o ano de 2015, foram atendidas 6 vítimas. 

De acordo com os bombeiros, esta é a quinta vítima de ataque de animal peçonhento em 2016.

Jornal Midiamax