Cotidiano

Conselhos municipais de saúde pedem bloqueio das contas do governo do Estado

O movimento irá até a sede do MPF nesta segunda

Midiamax Publicado em 19/09/2016, às 17h32

None
mpf-ms.jpg

O movimento irá até a sede do MPF nesta segunda

Os conselhos municipais de saúde de Dourados, Campo Grande, Três Lagoas e Corumbá realizam ato público nesta segunda-feira (19) às 16h, que irá pedir o bloqueio das contas do governo do estado por improbidade administrativa. O motivo, conforme alega o movimento, é que o Estado não apĺicou o percentual de 12% de verbas em 2013, direcionadas aos fundos Municipais de Saúde.

O ato acontece na Avenida Afonso Pena, em frente a sede do MPF (Ministério Público Federal) e pretende entregar um documento ao órgão requerendo o bloqueio das contas.

A verba, segundo a Frente, totaliza R$ 374 milhões, que deveriam suprir obras como a conclusão de novos leitos hospitalares em Dourados, Três Lagoas e Campo Grande, conforme prevê o orçamento da saúde em 2014, 2014 e 106.

“A falta de investimento no Interior do Estado vem causando a superlotação dos Hospitais aqui na Capital, o ato contara com a colocação de 100 cruzes no canteiro Central da Av. Afonso Pena simbolizando as morte dos paciente usuários do SUS no Interior do Estado”, explica o movimento.

Jornal Midiamax