Cotidiano

Com Ceinfs fechados pais se desdobram para não deixarem filhos sozinhos

Falta no trabalho é injustificada

Midiamax Publicado em 28/10/2016, às 14h23

None
fechado_ceinf_-.jpg

Falta no trabalho é injustificada

Em comemoração ao Dia do Servidor Público, celebrado nesta sexta-feira (28), os Ceinfs (Centros de Educação Infantil) de Campo Grande fecharam as portas hoje. Sem atendimento, muitos pais tiveram de se desdobrar para não deixarem os filhos sozinhos. Sem alternativa, alguns faltaram o dia de trabalho. 

Rose Silva, de 38 anos, tem uma filha de dois anos. Nesta sexta-feira, teve de contar com a ajuda da mãe para que não faltasse ao emprego. "É complicado. Nós que somos mães temos de dar o nosso jeito. No meu caso, consegui deixar com a minha mãe porque ela não trabalha e gosta de cuidar da minha filha, mas eu tenho uma vizinha que não tem parentes por perto e não pode faltar o trabalho, ela também deixou a filha com a minha mãe", relata.

Servidora pública e mãe de um menino de dois anos, a leitora do Jornal Midiamax, que preferiu não se identificar, diz que não teve opção. "Não teve jeito, não fui trabalhar. Terei o dia descontado, ou, vou ter de repor essas horas depois e mesmo assim é uma situação muito ruim porque sobrecarrega os colegas. Isso é muito chato. O coordenador não gosta também", ressalta.

A advogada Rafael Kasai explica que esses casos não são previstos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e que o empregador não tem obrigação de abonar a falta. 

"Os pais têm o dia descontado porque o fato de a criança não estar na creche não é acolhido pela CLT como justificativa de falta sem abono salarial. Se fosso atestado médico, mesmo que da criança, os pais teriam a prerrogativa de falta sem prejuízo salarial, mas como se trata de creche não há justificativa, ou seja, a falta é injustificada e descontada", explica. 

Aproximadamente 15 mil crianças ficaram sem atendimento hoje. Conforme informação divulgada no site da Prefeitura, nessa quinta-feira (27), o feriado do Dia do Servidor, celebrado hoje, foi adiado para o dia 14 de novembro, porém, de acordo com a assessoria de comunicação da administradão municipal, os Ceinfs optaram por manter o calendário escolar definido desde o início de 2016. 

Jornal Midiamax