Cotidiano

Bernal diz confiar no Exército para realizar terceirizações de recapeamento

Bernal diz que vai acompanhar contratações

Evelin Cáceres Publicado em 23/02/2016, às 14h19

None
img-20160223-wa0027.jpg

Bernal diz que vai acompanhar contratações

Prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) afirmou nesta terça-feira (23) que confia na credibilidade do Exército para realizar terceirizações ao contratar para obras de recapeamento na Capital.

“Vou acompanhar de perto e constantemente para analisar o que está acontecendo. O Exército tem credibilidade, é de confiança, e com certeza vai deixar bom legado na mão de obra executada na cidade. Com a licitação não ficaria mais barato porque o Exército não tem critério de lucro. Ele quer executar o serviço com qualidade necessária”, garantiu Bernal.

O comandante do CMO (Comando Militar do Oeste), general Paulo Humberto César de Oliveira, admitiu no domingo (21) que o Exército, por meio do Batalhão de Engenharia de Cuiabá (MT) deve tocar parte das obras de recapeamento em Campo Grande, com recursos da ordem de R$ 19 milhões do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

Segundo o comandante, até o final de fevereiro serão concluídos os estudos técnicos para que em março seja assinado o convênio com a Prefeitura.

“O Batalhão de Engenharia do Exército, que fica em Cuiabá, deve ser deslocado para Campo Grande para realizar a obra. Eles acabaram de concluir um projeto no sul do Paraná, então este seria o momento ideal para começarem o recapeamento”, afirmou o comandante.

Paulo Humberto também confirma que a obra deve ser terceirizada para contratação de pessoal. “Além de contar com o Batalhão, o Exército faz um estudo para contabilizar de quanto será o recrutamento de mão de obra civil para o empreendimento”.

O chefe de gabinete de Alcides Bernal, Odimar Marcon, destacou que o recapeamento não deverá ser conduzido somente pelo Exército. “Eles farão uma parte do serviço e outra deve ser contratada pela Prefeitura por licitação”. 

Jornal Midiamax