Cotidiano

Usina tem prejuízo de mais de R$ 200 mil após incêndio consumir canavial

A suspeita é de que o ato tenha sido criminoso

Renata Portela Publicado em 05/08/2015, às 15h28

None
delegacia_de_rio_brilhante.jpg

A suspeita é de que o ato tenha sido criminoso

O coordenador agrícola de uma usina, localizada na MS-145 procurou a Polícia Civil de Rio Brilhante, cidade a 158 quilômetros da Capital, para relatar suposto incêndio criminoso. O fato ocorreu na madrugada de domingo (2) e foi registrado nesta quarta-feira (5).

De acordo com o coordenador, responsável pelo corte, carregamento e transporte de cana, ele foi avisado por outro funcionário sobre o incêndio. A informação é de que a área de 24,66 hectares estava em chamas, sendo totalmente destruída pelo fogo. O prejuízo foi avaliado em aproximadamente R$ 10 mil por hectare, ou seja, R$ 246.600.

Os responsáveis pela plantação acreditam que o incêndio tenha sido de origem criminosa. Eles suspeitam que um Vectra, preto, que foi visto circulando as imediações de uma outra fazenda da região, que também foi incendiada, tenha ligação com o crime.

O caso foi registrado como incêndio e será investigado pela Polícia Civil.

Jornal Midiamax