Cotidiano

Tragédia com família de advogado na BR-163 deixa cidade inteira de luto

Pai de advogado está à base de medicação

Thatiana Melo Publicado em 27/04/2015, às 15h41

None
img-20150426-wa0101.jpg

Pai de advogado está à base de medicação

O município de Rio Verde, distante 204 quilômetros da Capital, parou nesta segunda-feira (27) depois do acidente ocorrido na BR-163, no Km 514, que vitimou uma família moradora da cidade, nesse domingo (26). “A cidade está parada depois do que houve com o Cleiton”, fala Odair Jesus de Souza, de 49 anos, amigo da família.

De acordo com Odair o pai de Cleiton, conhecido como “Didi”, proprietário de um balneário na cidade, está à base de medicação. “Ele -“Didi”- está muito abalado com o que houve, passou a noite acordado sem acreditar no que estava acontecendo”, fala o amigo que ainda informa que o velório deve acontecer depois das 14 horas desta segunda-feira (27), quando os corpos devem chegar à cidade.

A prefeitura de Rio Verde decretou luto oficial por três dias.

O acidente

Segundo informações preliminares da PRF (Polícia Rodoviária Federal), o acidente teria ocorrido depois de uma ultrapassagem. O advogado e procurador de Justiça da prefeitura de Rio Verde, Andres Cleiton de Souza estava com a esposa Juliane Oliveira de Souza, e os dois filhos do casal, em um veículo, Lifan X-60, que trafegava de Campo Grande para Rio Verde.

Com o impacto o veículo em que estava à família acabou pegando fogo, a família morreu carbonizada, o outro motorista, que estava em um VW Voyage também morreu no acidente preso nas ferragens.

Jornal Midiamax