Cotidiano

Técnicos brasileiros vão capacitar bolivianos a fim de conter casos de raiva

Capacitação terá início nesta terça-feira

Midiamax Publicado em 27/04/2015, às 14h32

None
raiva_-_diario_corumbaense.jpg

Capacitação terá início nesta terça-feira

Na expectativa de conter os casos de raiva em Corumbá, a 44 quilômetros de Campo Grande, a Prefeitura local em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde do município e da Capital e a SES (Secretaria de Estado de Saúde) vão oferecer capacitação aos técnicos bolivianos.  Até o momento já foram registrados 15 casos da doença, todos chamados de “variante 1”, tipo mais comum no país vizinho.

De acordo com o site local Diário Corumbaense, as capacitações terão início nesta terça-feira (28). Vacinadores de Puerto Quijarro e Puerto Suárez, que fazem fronteira com o Brasil, serão orientados pela equipe do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Corumbá.

Os profissionais oferecerão orientações sobre conservação, manuseio e aplicação da vacina para as demais pessoas envolvidas na imunização. A secretaria Municipal de Saúde, Dinaci Ranzi, explica a importância da capacitação.

“A preocupação hoje é com a raiva, até por causa dos 14 casos confirmados em Corumbá, dos 5 em Ladário e do caso humano que está sendo tratado em Campo Grande, mas temos que ficar atentos também às demais doenças endêmicas, como a leishmaniose, a dengue e a chikungunya”, enfatiza.

Em Corumbá, todos os animais devem ser imunizados até o fim deste mês e os que forem encontrados na rua serão recolhidos.

Jornal Midiamax