Cotidiano

Sem vedação, cano de irrigação vaza há seis meses na Orla Ferroviária

População reclama da falta de ação da Prefeitura 

Heloísa Lazarini Publicado em 27/09/2015, às 15h47

None
Indignado com desperdício, leitor denuncia vazamento de água/Foto: Luiz Alberto

População reclama da falta de ação da Prefeitura 

Um pequeno furo em um dos canos de irrigação do jardim da Orla Ferroviária tem causado desperdício gigantesco de água nos últimos seis meses. A equipe de reportagem do Jornal Midiamax recebeu denúncia de um comerciante sobre o vazamento e foi até o local, chegando lá, encontramos estudante Willian Gullich, 15 anos, que passa pelo local todos os dias a caminho da escola e diz que há pelo menos seis meses o problema acontece.

“Passo aqui todos os dias e já faz uns seis meses com certeza que está assim. É triste ver esse desperdício, mas ninguém faz nada e o cano continua vazando”. O cano está sem torneira e apresenta dois orifícios por onde vaza água, além de marcas de depredação. O estudante diz que durante a semana é possível ver em alguns pontos da Orla alguns guardas municipais, mas nos fins de semana, eles “desaparecem”.

Conforme dados obtidos no Programa de Controle de Vazamento de Água da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), um filete de água de espessura de 1 milímetro, menor que o do cano da Orla, provoca desperdício, em média, de 2.088 litros por dia, são 62.640 litros por mês, ou seja, este pequeno vazamento na Orla Ferroviária já causou perda de, pelo menos, 300 mil litros de água.

Jornal Midiamax