Cotidiano

Sem previsão de negociação, 300 médicos da Santa Casa permanecem em greve

Médicos estão em greve há oito dias

Wendy Tonhati Publicado em 29/10/2015, às 14h08

None
santa_casa_3_0.jpg

Médicos estão em greve há oito dias

Os médicos da Santa Casa permanecem em greve e ainda, não nenhuma negociação entre o hospital e a Prefeitura, já que a instituição afirma que precisa dos repasses municipais para poder acertar os salários. Na quarta-feira (28), os médicos entraram com duas ações no TJ MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). 

De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, até a noite de quarta-feira (28), por conta da greve, 807 atendimentos ambulatoriais deixaram de ser realizados no hospital e 64 cirurgias eletivas foram canceladas. Sobre as ações judiciais, o hospital disse que não tem posicionamento.

Segundo a Santa Casa, os salários estão atrasados, pois, o hospital está sem contrato vigente e sem receber os R$ 13 milhões que a Prefeitura deve à instituição. Para cobrir as folhas de pagamento de setembro e parte de outubro dos médicos, seriam necessários pelo menos R$ 4,2 milhões.

A Santa Casa deve R$ 1,7 milhão a profissionais autônomos, R$ 1,7 milhão aos jurídicos e R$ 4,7 a fornecedores. Dos médicos, apenas os 250 celetistas estão com o pagamento em dia. Os 290 profissionais autônomos e 100 jurídicos não receberam salários.

Jornal Midiamax