Cotidiano

Profissionais de enfermagem de hospital de Bela Vista entram em greve

A categoria está com meses de salários atrasados e dívidas trabalhistas pendentes

Gerciane Alves Publicado em 12/08/2015, às 19h22

None
greve.jpg

A categoria está com meses de salários atrasados e dívidas trabalhistas pendentes

Os profissionais de enfermagem do Hospital Beneficente São Vicente de Paula, de Bela Vista, cidade a 324 quilômetros de Campo Grande, resolveram entrar em greve nesta quarta-feira (12) por tempo indeterminado.  A categoria está com meses de salários atrasados e dívidas trabalhistas pendentes.

“Os trabalhadores deixaram claro que a situação é insustentável e que a greve continuará até o pagamento ser efetuado, haja vista que muitos já passam por dificuldades financeiras. O sindicato buscou diálogo, mas o hospital sustenta que faltam recursos e que aguarda aumento do aporte financeiro repassado pelo governo, que hoje é de apenas R$ 15.000 enquanto os gastos do hospital chega a R$ 650.000. Como o município é o responsável pelo hospital, solicitamos que intermedeiem a favor dos trabalhadores”, explica o presidente do Siems (Sindicato dos Profissionais da Área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul), Lázaro Santana.

Comissão do governo

O diretor do Siems, Sebastian Rojas, informou que após a mobilização a categoria foi informada pela prefeitura de que uma comissão do governo estadual estará em Bela Vista amanhã (13). “A expectativa é de que o governo aumente o valor de repasse ao hospital e assim a situação da categoria seja regularizada. A greve continua até obtermos um posicionamento positivo aos trabalhadores em enfermagem”, enfatiza o diretor.

O hospital São Vicente de Paula é referência e atende cerca de 50 mil pessoas, entre Bela Vista, Caracol, Porto Murtinho e Antônio João e cidades do Paraguai  (São Carlos e Bella Vista-Norte).

Jornal Midiamax