Cotidiano

Prefeitura pede mudanças no plano de duplicação da BR-163

Município quer mais passarelas e viadutos em trechos da via

Midiamax Publicado em 02/07/2015, às 16h01

None
macroanel_la.jpg

Município quer mais passarelas e viadutos em trechos da via

A Prefeitura de Campo Grande quer incluir 12 pontos de passagem, como viadutos e passarelas, ao projeto de duplicação da BR-163 no trecho que passa pela Capital. Reunião neste sentido ocorreu nesta quinta-feira (2) na ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), em Brasília (DF).

Segundo informa o site da Prefeitura, o prefeito da Capital, Gilmar Olarte (PP), conversou sobre o assunto com o secretário-executivo do Ministério dos Transportes, Edson Giroto, e a bancada federal de Mato Grosso do Sul. Até o fechamento deste texto, não havia informações sobre os encaminhamentos dados durante o encontro – o Município quer que as alterações sejam incluídas no contrato de concessão da rodovia.

A BR-163, que corta Mato Grosso do Sul de sul a norte, foi privatizada em 2014, sendo concedida por 25 anos à CCR MSVia. Conforme a fonte oficial, a Prefeitura só concederá a GDU (Guia de Diretrizes Urbanísticas) à obra se as mudanças propostas pelo Município forem contempladas.

“O projeto de duplicação apresenta ausência de intervenções em alguns pontos. Em Anhanduí, por exemplo, se não houver essas intervenções, a duplicação pode trazer dificuldades às barracas da beira da estrada”, diz o prefeito. Também são questionadas obras no chamado anel norte, na MS-040, e no trecho próximo ao campus da Uniderp Agrárias.

Jornal Midiamax

☰ Últimas Notícias