Cotidiano

Policiais aguardam até dia 30 posição de Reinaldo sobre salários

Uma nova assembleia já está pré-agendada para o dia 4 de maio para decidir as próximas ações

Gerciane Alves Publicado em 27/04/2015, às 14h23

None
sinpol.jpg

Uma nova assembleia já está pré-agendada para o dia 4 de maio para decidir as próximas ações

Policiais civis decidiram durante Assembleia Geral realizada no último sábado (25), aguardar até o dia 30 de abril para que o governador Reinaldo Azambuja dê um posicionamento quanto à negociação salarial de 2015. Uma nova assembleia já está pré-agendada para o dia 4 de maio para decidir as próximas ações.

No início da reunião, o presidente do Sinpol-MS (Sindicato dos Policiais Civis de MS), Alexandre Barbosa relatou que tem conversado com interlocutores do governo e apresentado as propostas da classe. Contudo, sem ter um posicionamento definitivo por parte da administração. O delegado-geral Roberval Maurício Cardoso Rodrigues pediu para ser o interlocutor da Polícia Civil junto ao governo, tentando agendar uma reunião do Sinpol-MS com o governador Reinaldo Azambuja ainda nesta semana.

“A categoria está unida e pronta para lutar pela valorização que merece. Nós reivindicamos que o governador cumpra o compromisso, que assinou durante a campanha eleitoral, de reposicionar a Polícia Civil de Mato Grosso do Sul entre as cinco melhores remuneradas do país. Para isso, é necessário dar início ao diálogo.”, afirmou Barbosa.

Contrapondo o que o governo estadual divulga diariamente sobre a diminuição da arrecadação e que por isso não poderia conceder o reajuste aos servidores o Sinpol-MS fez um estudo do impacto que isso causaria nas contas do governo e concluiu que é possível o aumento, uma vez que o Estado possui recursos suficientes.

A classe aprovou a continuidade da Assembleia Geral Permanente até o fim das negociações salariais, o que possibilita a convocação a qualquer momento para novas deliberações.

Jornal Midiamax