Cotidiano

Pedestre que morreu atropelado era funcionário público e foi arrastado

As causas do acidente ainda estão sendo apuradas

Diego Alves Publicado em 15/05/2015, às 22h16

None
_mg_7650.jpg

As causas do acidente ainda estão sendo apuradas

Foi identificado como José Wellington Pinto da Costa de 64 anos, o pedestre que morreu atropelado na noite desta sexta-feira (15), na Rua Brilhante, na Vila Carvalho no sentido centro-bairro em Campo Grande. De acordo com familiares da vítima, José era funcionário público do Estado.

Um sobrinho de José disse que a casa do tio fica próximo ao local onde ocorreu o acidente, e ele teria ido à Rua Brilhante para comprar um remédio. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o veículo Celta atropelou, passou por cima e arrastou o funcionário público por alguns metros.

Segundo testemunhas, a vítima tentava atravessar no momento em que foi atingido pelo Chevrolet Celta (NSA-4908). O homem que morreu no local sofreu um grave afundamento de crânio e múltiplas fraturas.  

O motorista do carro que será levado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), Piratininga não quis falar com a equipe de reportagem. A pista onde ocorreu o acidente ficou interditada e as causas do acidente ainda estão sendo apuradas.

Comerciantes que trabalham na Rua Brilhante, próximo ao local do acidente que fica entre as ruas Aduie Rezek e Dr. Sebatião José Machado dizem que o trecho é propício para os condutores dirigirem em alta velocidade por causa da falta de lombadas e sinalizações que evitem a infração de trânsito. “Sempre tem atropelamento aqui, esse trecho aqui deveria ter um semáforo ou uma lombada”, disse o comerciante Jairo Tittrich. 

Jornal Midiamax