Cotidiano

Pantanal perdeu 15% de sua área total em 16 anos

A Amazônia Legal perdeu uma área quase do tamanho do estado de SP

Kemila Pellin Publicado em 20/06/2015, às 21h55

None
vista_aerea_pantanal.jpg

A Amazônia Legal perdeu uma área quase do tamanho do estado de SP

Uma levantamento do IDS (Indicadores de Desenvolvimento Sustentável) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta sexta-feira (19), revelou que o Pantanal perdeu 23.159 quilômetros quadrados, ou 15,4% da sua área total em 16 anos, mas ainda sim, foi o menos atingido segundo o levantamento. A Amazonia Legal foi a mais prejudicada pela ação humana, chegando a 248 mil quilômetros quadrados entre 1997 e 2013. A área corresponde á quase o tamanho do estado de São Paulo.

A pesquisa também mostra que o desmatamento entre 2005 e 2013 foi 89.158 quilômetros quadrados, extensão que pode ser comparada a uma área do tamanho do Espírito Santo com o Rio de Janeiro. O número é menor que o de 1997 a 2004, quando foi somada uma área de 159.078 quilômetros quadrados. Nesse caso, o total desmatado da Amazônia Legal superou o estado do Amapá.

De qualquer forma, o resultado da pesquisa mostra uma queda de 79,1% no desmatamento da região quando comparado o período entre 2004 e 2013. Segundo o IDS, pelo menos 15% da Amazônia Legal já foi desmatada.

Sobre os demais biomas brasileiros, segundo a pesquisa, a Mata Atlântica já teve 85,5% da área desmatada. Nos Pampas, 54,2% da área original foi desflorestada, enquanto quase metade da mata nativa do Cerrado – 49,1% – não existe mais. A Caatinga teve, no período, uma área desmatada de 46,6%.

Em 2004, 27,8 mil quilômetros quadrados foram desflorestados na região, o equivalente ao estado de Alagoas. Já em 2013, a área desmatada caiu para 5,8 mil quilômetros quadrados, comparável ao território do Distrito Federal. O menor percentual da série histórica, no entanto, foi registrado em 2012, com 4,6 mil quilômetros quadrados. 

Jornal Midiamax