Cotidiano

Paciente reclama de sujeira e fezes de pombo em posto do Aero Rancho

Situação foi constatada nesta manhã

Midiamax Publicado em 07/10/2015, às 16h12

None
img-20151007-wa0070.jpg

Situação foi constatada nesta manhã

Uma paciente que procurou o CRS (Centro Regional de Saúde) Doutor João Pereira da Rosa, localizado na Avenida Raquel de Queiroz, no Conjunto Aero Rancho, na região sul de Campo Grande, ficou espantada com a sujeira e fezes de pombos encontrados no local.

Maria Gomes, de 48 anos, procurou o CRS na manhã desta quarta-feira (7). Ela diz que ficou preocupada com a situação. “Tinha pombo voando por todos os lados e fezes, nos bancos, paredes e no chão. A gente vai buscar saúde e acaba ficando mais doente”, declara.

A paciente diz que o CRS está abandonado e questiona a atuação da assistência social. “Está muito sujo e ninguém faz nada. As fezes de pombo podem transmitir doença. Cadê a assistência social da unidade?”, pergunta.

Em dezembro de 2014, situação semelhante foi relatada na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Vila Almeida, no Jardim Panamá, região oeste da Capital. O local chegou a ser interditado até que o problema fosse solucionado.

Nesta tarde, a equipe de reportagem do Jornal Midiamax encaminhou um e-mail para a assessoria de comunicação da Prefeitura para saber o posicionamento da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) a respeito da situação, mas até o fechamento do texto, não houve resposta.

WhatsApp: fale com os jornalistas

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Jornal Midiamax