Cotidiano

Ônibus: passageiros com gratuidade terão de fazer reconhecimento facial

A medida também vale para os terminais

Kemila Pellin Publicado em 11/08/2015, às 17h57

None
11855573_845509938878401_286376213_n.jpg

A medida também vale para os terminais

Passageiros que são beneficiados com gratuidade no transporte coletivo terão que passar por reconhecimento facial antes de bater o cartão nas catracas de ônibus e terminais. A determinação foi publicada no Diogrande (Diário Oficial do Município) desta terça-feira (11) e entra em vigor no momento da publicação.

Já os passageiros com deficiência com  direito a acompanhante deverão fazer o cadastramento dele e de até dois acompanhantes até 31 dezembro de 2015. Caso contrário poderão perder o benefício.

As pessoas com deficiência sem direito a acompanhante terão até  31 de dezembro de 2016 para se cadastrar.

Conforme a publicação, o “sistema consiste no registro de imagens do rosto do beneficiado pela isenção tarifária, no momento da apresentação do cartão no validador para imediata passagem pelo bloqueio eletrônico existente nas catracas dos ônibus, estações de embarque rápido e dos terminais de transbordo, para posterior conferência com as imagens existentes no banco de dados dos cadastros dos isentos”

A identificação será feita da seguinte forma: no momento da apresentação de seu cartão no validador, o passageiro deverá posicionar o rosto em frente da câmera localizada na parte superior do validador para a captação da imagem, devendo para tal não estar utilizando óculos escuros, bonés, boina, chapéu e/ou outros adornos que impeçam sua perfeita identificação.

As imagens obtidas serão armazenadas no banco de dados e analisadas posteriormente. Caso seja constatada alguma irregularidade, o passageiro poderá perder o benefício.

Jornal Midiamax