Cotidiano

Novo contrato da Santa Casa deve ser formalizado ainda nesta terça-feira

Garantia foi feita pelo secretário municipal de saúde

Midiamax Publicado em 16/06/2015, às 18h06

None
site_mg_0427.jpg

Garantia foi feita pelo secretário municipal de saúde

O novo contrato da Santa Casa deve ser formalizado ainda nesta terça-feira (16), conforme revelado pelo secretário municipal de saúde Jamal Salém. Segundo Jamal, o Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Saúde, se prontificou em passar recursos não só para a Santa Casa, mas para outros hospitais de grande porte da Capital.

“Ainda não temos os valores, mas o secretário estadual de saúde já garantiu que haverá apoio financeiro para a Santa Casa, para o Hospital Regional, Hospital Universitário, Hospital do Câncer, Hospital São Julião e para as três UPAs (Unidades de Pronto-Atendimento)”, declarou.

O secretário municipal de saúde não falou em valores que serão investidos tanto pelo Estado quanto pelo Município. “Ainda estamos fechando, mas são valores que com certeza vão satisfazer a Santa Casa”.

Comissão de Saúde de olho

A Comissão de Saúde da Câmara relatou estar acompanhando a negociação do novo contrato da Santa Casa, que já expirou novamente desde o dia 8 de junho. A vereadora Luiza Ribeiro (PPS), membro da comissão, afirmou que a Prefeitura será intimada para esclarecimento se não formalizar o contrato com a Santa Casa até esta terça-feira.

 “A Secretaria Estadual de Saúde já apresentou proposta para a Prefeitura no que se refere a recursos estaduais para a Santa Casa. Falta agora a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) conversar com a Santa Casa”, revela.

Segundo Luiza, está marcada reunião para esta tarde entre a Sesau e a Santa Casa. Caso o contrato não for formalizado, o secretário municipal de saúde Jamal Salém, gestor do contrato, será intimado para esclarecimento na Câmara na quarta-feira (17).

“Estamos seguindo o regimento interno. Só depende deles, só falta a Prefeitura dar um passo a frente, tomar uma providência. A situação da saúde é preocupante e já faz uma semana que o contrato ainda não foi renovado”, destaca a vereadora.

Jornal Midiamax