Cotidiano

Morre jornalista que estava internada com doença desconhecida

Ela estava com dois terços dos pulmões e rins paralisados

Midiamax Publicado em 30/09/2015, às 09h45

None
12033081_463989593773404_5561521027770290590_n.jpg

Ela estava com dois terços dos pulmões e rins paralisados

Morreu na madrugada desta quarta-feira (30) a jornalista e apresentadora Priscilla Sampaio que estava internada desde a manhã de ontem no Hospital da Unimed Campo Grande. Ela se internou depois que sentiu tonturas e dificuldades de respirar.

A jornalista estava intubada e em coma induzido, com dois terços dos pulmões e rins paralisados. Ela passou por um procedimento cirúrgico para possibilitar a oxigenação dos pulmões que estavam obstruídos, mas não resistiu.

Os médicos ainda não sabem qual a causa da morte. Priscilla estava com as plaquetas baixas e, uma das hipóteses é de que ela tenha contraído o vírus da gripe H1N1. Priscila era casada e tinha um filho, de pouco mais de 1 ano, que dormiram com ela antes da internação. Os familiares estão em observação, e caso apresentem algum sintoma devem ser internados.

Várias mensagens de apoio a jornalista foram deixadas na sua página pessoal do Facebook . Priscila era líder de célula, discipuladora e levita de uma das bandas da igreja em que congregava.

Ainda não há informações sobre o início do velório, porque o corpo ainda está no hospital, e o sepultamento será no Cemitério Jardim das Palmeiras.

Jornal Midiamax