Cotidiano

Juiz decreta prisão preventiva de suspeito de matar esposa em Campo Grande

Acusado teria efetuado 4 tiros contra a esposa, que morreu no hospital

Midiamax Publicado em 28/09/2015, às 20h04

None
decisao.jpg

Acusado teria efetuado 4 tiros contra a esposa, que morreu no hospital

O juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, Carlos Alberto Garcete, decretou a prisão preventiva  de V.A de A., por ser suspeito de matar sua companheira.

De acordo com os autos, o acusado é suspeito de ter efetuado aproximadamente quatro disparos de arma de fogo contra sua convivente Izabel de Oliveira Almeida, no dia 24 de setembro de 2015, por volta das 23h30, em sua residência, causando-lhe ferimentos que levaram à morte durante o deslocamento ao hospital.

Ainda conforme os autos, há prova da materialidade do crime e fortes indícios da autoria, pois  logo após o delito o investigado evadiu-se.

Ao analisar os autos, o magistrado decretou a prisão preventiva de V.A de A., nos moldes do art. 312 do Código de Processo Penal, “como garantia da ordem pública, como forma de atender ao clamor público, diante do gravidade fato criminoso praticado (feminicídio – violência doméstica e familiar), bem como a fim de evitar sua reiteração criminosa, visto que o denunciado responde a outras ações penais”.

(Com informações do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul)

Jornal Midiamax