Cotidiano

Índios de MS terão acesso facilitado a linha de microcrédito

O crédito é adequado as necessidades de produção de cada comunidade

Kemila Pellin Publicado em 14/10/2015, às 17h08

None
silvana-dias_sub_indigena.jpg

O crédito é adequado as necessidades de produção de cada comunidade

As aldeias de Mato Grosso do Sul terão acesso facilitado ao microcrédito da linha MS Cidadão, a partir de novembro. As pastas ligadas à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), Funtrab/Banco Cidadão e Subsecretaria de Políticas Públicas para a População Indígena, se uniram e estão promovendo capacitação de agentes de crédito indígenas que devem levar para as aldeias de todo o Estado, informações e formas de acesso ao microcrédito da linha MS Cidadão.

A parceria objetiva levar o acesso ao crédito facilitado e adequado as necessidades de produção, como o artesanato e a agricultura familiar, de cada comunidade. A subsecretária indígena, Silvana Dias reforçou que os agentes de crédito indígenas vai ajudar muito na hora da comunicação e adesão final aos recursos.

Ainda de acordo com a subsecretária, o trabalho nas aldeias, deve começar em novembro, pela Aldeia Buriti, em Sidrolândia. “Nós vamos cadastrar os interessados, que devem ser aqueles com atividades empreendedoras comprovadas, e ainda fiscalizar para acompanhar o andamento e o emprego dos recursos disponibilizados. É um trabalho grande e sério quem vamos desenvolver com nossos indígenas do Estado”, ressaltou.

A diretora do Banco Cidadão, Arlei Coleone, explica as baixas taxas de juros oferecidas na linha, que chegam no máximo a 1% ao mês, como uma contribuirão para a expansão das atividades de produção nas aldeias, gerando recursos e movimentado a economia de cada localidade. “Estamos capacitando os agentes não somente para oferecer o crédito. Eles também atuarão como instrutores e orientadores nos pequenos negócios até na forma de organização burocrática de cada empreendedor”, concluiu.

Jornal Midiamax