Cotidiano

Incêndio assusta moradores de condomínio que tinha extintores vazios

Fogo começou enquanto moradora ainda dormia

Ludyney Moura Publicado em 19/04/2015, às 17h07

None
_mg_2018.jpg

Fogo começou enquanto moradora ainda dormia

As chamas consumiram a cozinha da manicure Fabrícia Antunes dos Santos, 46 anos, moradora do Residencial NelsonTrad, no Jardim Carioca, região Oeste da Capital. Ela foi acordada por vizinhos que tentavam apagar o fogo em seu apartamento.

A proprietária do imóvel contou à reportagem do Jornal Midiamax que chegou em casa pela manhã, almoçou cedo e se deitou pouco antes do meio dia para dormir. Ela acredita que as chamas possam ter começado na máquina de lavar roupa deixada ligada por ela.

Moradores de apartamentos próximos tentaram apagar as chamas usando extintores espalhados pelo residencial. Dos cerca de 20 equipamentos utilizados, pelo menos 10 estavam descarregados, o que atrasou o controle das chamas.

Alguns vizinhos contaram ao Jornal Midiamax que Fabrícia chegou pela manhã em casa acompanhada de três homens. Pouco tempo depois ouviram uma discussão e a saída dos visitantes.

Algum tempo depois as chamas começaram, e os vizinhos correram para acordar Fabrícia. Alguns móveis da cozinhas ficaram completamente destruídos, e as paredes ficaram enegrecidas da fuligem da fumaça. A moradora chorava bastante.

 “Não acredito que fizeram isso comigo”, gritava ela ao telefone. A manicure mora no local desde sua inauguração, há menos de um ano.

Segundo o aspirante oficial do Corpo de Bombeiros, Vinicius Frotte, quando os militares chegaram as chamas já estava controlada, só fizeram o rescaldo do fogo. “Ainda não é possível dizer qual a causa do incêndio”, finalizou. 

Jornal Midiamax