Cotidiano

Inaugurada em outubro na Capital, loja de decoração já ‘dá trabalho’ a cliente

Servidora comprou duas portas e ainda não recebeu

Midiamax Publicado em 27/11/2015, às 20h28

None
download_1.jpg

Servidora comprou duas portas e ainda não recebeu

Inaugurada em outubro em Campo Grande, a loja de departamentos Leroy Merlin já “dá trabalho” a cliente. Servidora estadual de 48 anos, que não quis se identificar, comprou duas portas no fim de outubro e deveria recebê-las na última terça-feira (24). Deveria. Porque as portas não foram entregues. Sabe por quê? A loja não tinha essas portas.

“Depois que não chegou, fui lá e o gerente me informou que não tem as portas. Ficaram de comprar em outro local e me entregarem em seguida”, conta a servidora. Sob a promessa de que receberia ligação informando no dia seguinte (dia 25), a cliente achou que agora as portas, que ela pagou mais de setecentos reais, seriam entregues em sua residência.

Mas hoje já é sexta-feira (27) e ela ainda não conseguiu nem falar com os funcionários da loja. “Tentei ligar no número que me deram e ninguém me atende. Ninguém me dá uma satisfação, nada. Eu quero as portas, comprei a vista, paguei em outubro, inclusive a entrega”, destaca. A servidora classifica o serviço como falta de profissionalismo e descaso com os consumidores.

Só assim

Depois de a reportagem contatar a Leroy Merlin,  a servidora recebeu ligação da loja informando que as portas estão no local e serão entregues neste sábado (28) às dez horas.

A Leroy Merlin não respondeu o motivo da demora da entrega, se limitando a dizer apenas que ia verificar o ocorrido com a loja.

Jornal Midiamax